Saturday, December 09, 2017

November Criminals

Um filme escrito por Steve Knight com dois dos mais promissores actores de uma geração, tinha tudo para se tornar num dos casos serios de 2017 caso a critica nao tivesse destruido por completo o filme, rementendo-o para uma estreia quase residual e diretamente para aluguer, o que resultou como seria previsivel num resultado comercial em tudo inexistente,
Muitas vezes perguntamo-nos se a critica normalmente quando atinge filmes com estes intervenientes está a jogar com a expetativa anterior ou é mesmo uma analise absoluta do filme. Pois bem depois de ver o filme é obvio que a análise é absoluta ja que se trata de um filme alegadamente policial, que nunca consegue ter qualquer ponta de interesse ou intensidade numa historia básica, pouco interessante e que nos parece mais pensada para tentar rentabilizar a imagem dos seus protagonistas do que propriamente como filme em si.
E podemos dizer que o filme ate começa bem, antes do momento que o transforma. Temos um bom dialogo entre personagens, numa toada adolescente mas com alguma prespetiva. Contudo com o homicidio que muda tudo, o filme torna-se num policial pouco ou mesmo nada interessante, que nunca consegue prender o espetador, e muito menos o surpreender. AO longo da sua curta duraçao percebe-se que nenhuma ponta do filme e trabalhada e que o filme corre para o final num ritmo pausado e sem grandes motivos de sublinhado.
Por tudo isto compreende-se como este filme acabou no mercado de aluguer, pois parece-me muito mais pensado nas limitaçoes deste mercado do que em qualquer outro. Contudo tudo ainda fica mais negro quando temos um argumentista de primeira linha, acompanhado por alguns actores promessas, e sai um dos policiais mais vazios dos ultimos tempos que tem como grande vantagem a sua curta duração
A historia fala de um adolescente que apos ter quase presenciado a morte de um seu amigo, tenta perceber nao so o autor do crime mas o motivo do mesmo, o que vai colocar em risco a sua propria vida.
EM termos de argumento podemos dizer que se trata de um dos filmes mais basicos que me recordo em termos de enredo policial. O filme nunca consegue dar intensidade aos seus entalhes narrativos e tudo torna.se claramente pouco interessante, começando nas personagens passando pelos dialogos com exceçao do primeiro.
Na realizaçao Gervasi e um realizador que ja teve mais perto do olimpo com o seu hitchkock e que aqui tem uma realizaçao de serie B, sem risco, e mais que isso sem brilho artistico. Nao e com este tipo de filmes que se alimenta uma carreira.
No cast, depois do sucesso de Baby Driver Elgort regressa aqui ao papel de inocente simpatico que pautou grande parte da sua carreira e que para si nada tras de novo a carreira. Ao seu lado Moretz tem tido dificuldade em encontrar os filmes certos para cimentar a sua carreira enquanto adulta.

O melhor - O primeiro dialogo e a curta duraçao

O pior - Para um policial do quem matou quem, nunca consegue motivar o espetador

Avaliação - D+

No comments: